Artistas de Graffiti & Arte Urbana

graffiti portrait

Há cada vez mais artistas de street art a expressar a sua arte em paredes de todo o mundo.

Este fenómeno começou em Bronx, Nova Iorque, na década de 70, numa altura em que o anonimato destes indivíduos era um bem necessário tendo em conta o caráter ilegal do graffiti.

Porém, com o passar das gerações, esta arte desenvolveu novas ramificações e hoje podemos encontrar diversos artistas do spray a executarem obras de arte em murais de pequenas e grandes dimensões, viaturas e eventos, cada um com a sua identidade e respetiva linguagem artística.

Antes de passar ao artigo poderá clicar nas seguintes opções:

Solicitar orçamento GRÁTIS de Graffiti & Arte Urbana

Conhecer o portefólio do artista

Desmistificando o termo “graffiti”

Um artista de graffiti é alguém que expressa a sua arte (letras volumosas e tags) em paredes e transportes públicos de uma forma ilegal – este é o significado mais verdadeiro para o termo em questão.

graffiti spray

No entanto, por uma necessidade de facilitar a comunicação, a palavra “graffiti” tem sido utilizada para distinguir artistas cujos materiais utilizados nas suas obras de arte são tintas spray. No entanto, o termo mais correto é “street art” ou “arte urbana”.

Estes trabalhos podem abranger retratos, paisagens, cartoons, abstratos e diversos outros estilos, e podem ser expressos tanto em murais de interior e exterior, como em telas.

Características de um artista de graffiti & arte urbana

Um estudo divulgado pela SciELO (“Características da personalidade em artistas plásticos e investigadores científicos”) demonstra que os artistas no geral são indivíduos com maior capacidade para apreciar ideias “fora da caixa”, mais abertos a novas experiências e extremamente curiosos em relação ao universo interior e exterior.

Talvez seja importante acrescentar que um artista de arte urbana é alguém apaixonado por processos de criação, com um espírito aventureiro e um certo fascínio pelo desconhecido.

É necessário ter formação em artes?

thinking in life

Os artistas são frequentemente abordados com esta questão e a resposta é ambígua: sim e não.

Todas as formações das mais diversas áreas têm naturalmente a sua importância e quem tem possibilidades de obtê-las, deve aproveitar.

Os cursos aceleram conhecimento na medida em que a matéria encontra-se extremamente organizada e “pronta a consumir”, e existem formadores competentes e disponíveis para esclarecimento de dúvidas. Importa referir que qualquer que seja o curso não dará garantias de nada – quantos são os finalistas de artes que acabam a trabalhar em áreas totalmente opostas?

No entanto, muitos dos artistas de graffiti & arte urbana que singram no mercado são autodidatas que não possuem cursos profissionais ou superiores na área, e que desenvolveram as suas capacidades maioritariamente através do processo “tentativa-erro”.

Os seus estudos provêm de muita observação de obras artísticas já existentes, da realidade em si (por exemplo analisar o comportamento das cores, luz e sombra de um espaço público, etc.), da leitura de artigos aqui e acolá, e acima de tudo: prática, prática e prática.

Existem outros quatro pontos-chave que não devem ser descartados por artistas: 1) saber o que se quer (qual o trajeto que se deseja percorrer mesmo que sofra ajustes com o tempo), 2) estudar o mercado onde se pretende atuar, 3) trabalhar intensamente nessa direção e 4) ser persistente encarando as derrotas como aprendizagem. Sem estes quatro componentes qualquer curso será ineficaz.

Em suma, o ideal será a conjugação dos dois mundos, o teórico e o prático.

Artista de Graffiti & Arte Urbana em Lisboa

Em Lisboa, um dos artistas da área é Miúdo, pseudónimo artístico de Jorge Cordeiro.

O artista conta com 22 anos de experiência na área e diversos trabalhos em casas particulares e entidades como a Auchan, SIC, Menarini, Leroy Merlin, Menarini, OneClinics, Tivoli, Aki, Comboios de Portugal, Câmaras Municipais, Polícia de Segurança Pública, Bombeiros Voluntários, entre outras.

As suas obras procuram representar diferentes temáticas sob técnicas de pintura realista, sendo alguns exemplos: retratos de pessoas e animais, paisagens, cartoons, simbologias e vários outros géneros.

Se deseja conhecer o portefólio do artista clique aqui.

Para solicitar um orçamento GRÁTIS clique aqui.

Esperemos que o artigo lhe tenha sido útil e desejamos-lhe tudo de bom 🙂

⬅️ Voltar

🖼️  Galeria de Fotos

🎬 Vídeos

💵 Orçamento GRÁTIS